BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Textos Diversos / Outros / Falência moral na sociedade

Falência moral na sociedade

 

corrupção

 

 

 

 

 

Estamos vivenciando dias dos mais desastrosos para o nosso país. Brasil, uma nação que enfrenta e sente na pele de seu próprio povo, as consequências de uma administração egoísta, incompetente e dissimulada. Governantes, administradores, políticos e usurpadores de todo tipo, devastam o patrimônio público pelas constantes investidas, que as brechas da lei permitem. Com malícia e astúcia, penetram os meandros das relações interpessoais, a fim de, satisfazer as suas  posições de status social, os interesses próprios, seus partidos e coligações de classe.

Desonram a bandeira e o nome da Pátria,  jogando na lama: a liberdade, igualdade e  fraternidade – símbolo máximo dos direitos humanos de uma nação. Ávidas criaturas dominadas pela sutil arte de roubar, cuja imoralidade flui como veneno pelo sangue de suas veias. Sendo essa, sua forma de conduta natural, manobram interesses exclusos em benefício próprio, de maneira livre e de direito, sem culpa e sem medo; roubam a nação como se nosso país fosse eternamente sustentável, fonte de toda riqueza, sem fim, como se nada pudesse acabar e tudo ficar no anonimato, protegido pelas leis, por eles criadas para combater essas mesmas fraudes.

Sentem-se impunes e libertos para manter a estrutura do “seu sistema”, onde tudo, absolutamente tudo, funciona pela moeda paga, na troca de favorecimento e privilégio a si e seus associados. Atropelam os protocolos normais da lei; retêm os processos pela burocracia; fraudam licitações; promovem a criação de cartéis; lavam o dinheiro ilícito, aqui e no exterior; corrompem a polícia; os poderes legislativo e judiciário; invadem as comunidades, instalando seu domínio para facilitar a entrada e saída de armas e drogas por seus comparsas criminosos; promovem o livre comércio, disfarçadamente sustentado por uma falsa política de combate ao crime.

Prostituem nossos jovens, excitando-os pelos programas da mídia barata: jornal, revista, rádio, televisão e internet; influenciando o sexo, o vício dos jogos, as drogas e estimulando o consumo excessivo de itens da modernidade, que os aprisionam cada vez mais pela necessidade de mais consumo. No fundo o que eles pretendem, é que esses mesmos jovens, fiquem cada vez mais fracos e desencorajados de combater esse mesmo sistema, que maldosamente os sustentam pela tentação.

Tolhem a honra da população dos trabalhadores dignos e fieis desse país, alimentando seus sonhos com as falsas  esperanças, lentamente consumindo os seus ideais, e assim, impossibilitando a conquista dos seus recursos mais básicos, como a moradia, a saúde, o emprego, a educação e o lazer. Destroem os grandes tesouros da pátria, vendendo nossas empresas e recursos naturais, pela incapacidade de administrar aquilo já derrocado nos prejuízos, por eles mesmos causados. São como pestes e sanguessugas, instaladas nas grandes colheitas para sobreviver e prosperar da devastação de todo ecossistema, causando também a contaminação generalizada de outros seres que se assemelham, ou são levadas a imitar sua conduta degradante.

Em pleno século 21, onde a modernidade, a globalização e todos os recursos conquistados pelo conhecimento, deram ao homem enorme bagagem para se tornar autossuficiente, na conquista da prosperidade e riqueza, ainda nascem homens inescrupulosos, desprovidos dos princípios mais básicos da formação moral do caráter, que valoriza o direito, a cooperação mútua e a partilha aos menos favorecidos. Ou seja, faltam a esses mesmos homens: a honestidade, a incorruptibilidade, a transparência e o sentimento pátrio de união com nosso povo e nossa terra mãe – O nosso querido Brasil.

Nós os homens e mulheres, cidadãos cônscios desse nação, trazemos o peito cheio de mágoas pela conduta de inúmeros indivíduos desonestos; sentindo a desolação e os engôdos de uma política totalmente contrária aos máximos valores da sociedade. Mais do que a perda de nosso poder aquisitivo e da estagnação do país; principalmente, pesamos pela falta de virtude, que forma o caráter da personalidade honesta, plenamente consciente de que é o responsável por um programa maior que esse criado pelo homem. Um Sistema universal criado por  Deus, onde todos se enquadram perfeitamente nessa matriz organizacional, como peças indispensáveis para a evolução moral da humanidade. E só assim, aperfeiçoados às leis que regem esse Sistema, poderíamos  merecer viver nesse país, que é a nossa casa, e nesse planeta, que é nossa terra.

 –*–

Por: Júlio Nunes

Check Also

Natal- vela

Pedido de Natal

Jesus, quero honrá-lo no aniversário de Sua passagem na terra. Hoje abri a carteira e ...

compreensão

Compreensão

Que tipo de compreensão, podemos ter? Não devemos compreender a nós mesmos, antes de tudo? ...

religião e fé

Fé ou Razão

Toda forma de religião e crença pode ser conhecimento e razão, desde que usemos o pensamento ...

evolution spirit

Evolução do Espírito

Como é lenta a caminhada do espírito! Somos fracos quando pensamos como a multidão, que prefere ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *